XII Domingo comum (C)

IDENTIFICAR-ME12 COMUM C

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente Lc 9, 18-24.
- Sublinho e anoto o mais significativo.

Jesus questiona seus discípulos acerca da sua identidade. Pedro identifica-O como “Messias de Deus”. Seguem-se as implicações para Cristo e para os seus seguidores.

2. O que me diz Deus
- Imagino-me testemunha deste episódio. Ouço e vejo. Que experimento?
Jesus sonda os discípulos. A motivação não é curiosidade, nem preocupação de popularidade. Pelo contrário, quer ajudar seus seguidores a tomar consciência da sua identidade e missão. Ele é Messias salvador, mas não de um modo triunfalista. Segui-l’O é identificar-me com Ele, descentrando-me de mim mesmo, assumindo e vencendo a cruz. O seguimento só é autêntico se acontecer todos os dias. É diariamente que comprovo a minha adesão e fidelidade ao Evangelho. E sem medo: Ele está comigo!

3. O que digo a Deus
- Partindo do que senti, dirijo-me a Deus, orando (de preferência com palavras minhas).
Senhor, quem és Tu para mim? Não me pedes uma definição abstrata, meramente repetida ou decorada. Não és o que digo de Ti, mas o que vivo de Ti em mim, cada dia.
Só numa real relação conTigo experimento e percebo a tua identidade e o que representas na minha vida. Saber quem Tu és define quem eu sou.
O desafio de renunciar a mim mesmo não é desistência da realização pessoal. É, antes, perceber que apenas na abertura a Ti e aos outros me encontro verdadeiramente. Tomar a cruz, todos os dias, não é dolorismo. É, pelo contrário, enfrentar, sem fugas, cada desafio como uma oportunidade de afirmar o melhor de mim, escolhendo-Te por Mestre e guia. Não é caminho fácil, mas é apostando tudo, tal como o fizeste, que ganharei identidade, conTigo a meu lado.

4. O que a Palavra faz em mim
- Contemplo Deus, saboreando e agradecendo.
Senhor, identificando-me a Ti, no teu caminho, cresço como pessoa, livre de tentações fáceis. Grato, louvo, contemplo e adoro.
Inspira-me o que esperas e mereces de mim. Apoiado em Ti, comprometo-me em algo oportuno e alcançável, crescendo na minha relação diária conTigo e com os outros.

PROVOCAÇÕES
- Quem é Jesus Cristo para mim?
- Minha resposta revela o que os outros dizem ou o que vivo?
- Como lido com a cruz: com generosidade e confiança ou revolta e fuga?

UM PENSAMENTO
“É preciso aceitar a noite para perceber a alegria das estrelas e da aurora do dia que vai nascer.” (Michel Quoist)

UM DESAFIO
Pedir ao Espírito Santo a graça de me identificar a Cristo.

UMA ORAÇÃO-POEMA

Quem és Tu para mim?
Uma repetida fórmula
de um decorado credo
que ainda não encarnei?
Uma encantadora história
de um passado distante
ou alguma esotérica ideia
de um presente ausente?

Não és o que de Ti digo
apenas o que em Ti vivo
a cada jornada, insistente
sob esta cruz, persistente
tudo apostando, crendo
e descobrindo, afinal,
que EU SOU graças a Ti
porque TU ÉS em mim.

UMA CANÇÃO
Needtobreathe – Hard love

Podcast:

  • Visualizações: 348