Leitura Espiritual partilhada

Deus não se cansa. A misericórdia como forma eclesial

Stella Morra, Deus não se cansa, traduzido por Manuel Losa. Braga: Editorial A.O, 2016.

Com o livro “Deus não se cansa”, Stella Morra propõe-se pensar em conjunto, com quem estiver disposto a lê-la, a questão da forma, a atualização desta componente por parte da Igreja de Cristo, à luz do tempo presente, como esforço decisivo para quem quiser seguir a Cristo na sociedade atual.

A questão fundante do livro surge na página 14, dada por quem lhe escreveu o prefácio: «é possível, hoje, discernir desta «forma» desejada contornos mais precisos, ao mesmo tempo existenciais, dinâmicos, performativos e mesmo inteligentes?». 

Continuar a ler

Ressurreição. Uma História de vida

RESURRECCIONDaniel Marguerat, Ressurrección. Una historia de vida, traduzido por Juan Sánchez, & Julián Mellado (Madrid: Fliendner Ediciones, 2012).
 

A ressurreição é o tema central da fé cristã, sem a qual tudo perde sentido. Tudo começa com a ressurreição de Cristo: depois da Cruz, o fracasso não foi a última palavra. Mas, o que é que aconteceu realmente? E as perguntas continuam com a nossa morte: não desaparecemos, mas o que acontece exatamente?

Este tema é tão central, que o Novo Testamento necessitou de abordá-lo com uma grande diversidade de linguagens para dar-lhe expressão. De todas elas, três são as mais privilegiadas: Cristo, diz-se, despertou, foi elevado ou voltou à vida. E isto serve também para nós.

Continuar a ler

Eis o Mistério da Fé

Bruno Forte, Eis o Mistério da Fé, Prior Velho: Paulinas 2012.

Aquando do quinquagésimo aniversário da abertura do Concilio Vaticano II, o Papa Bento XVI proclamou o chamado Ano da Fé, no sentido de aprofundarmos algumas dimensões fundamentais da fé cristã. Foi neste contexto que Bruno Forte propôs o livro Eis o Mistério da Fé, crer, viver, testemunhar.

Trata-se de uma obra simples, mas ao mesmo tempo muito rica de significado teológico, propondo um peregrinar pelos quatro grandes pilares da fé: «o Credo batismal; os sete sacramentos; a vida em obediência a Deus e a oração». O livro está profundamente marcado por um selo trinitário que nos faz adentrar na relação da «comunhão tão perfeita, em que Três são verdadeiramente Um no amor». 

Continuar a ler