Formação complementar sobre o "Vademecum" para o Sínodo

formComplConfIIVademecumNo dia 2 de dezembro, os seminaristas da etapa da Configuração II realizaram com o seu formador mais um encontro de formação complementar que tem como objetivo entrar na dinâmica do Sínodo sobre a Sinodalidade. Desta vez, cada um pôde partilhar a leitura que fez do "Vademecum" que serve de Manual Oficial de Auscultação e Discernimento nas Igrejas Locais.

Continuar a ler

  • Visualizações: 74

II Domingo do Advento (C)

UMA ESTRADA PARA DEUS2 ADVENTO C

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente Lc 3, 1-6.
- Sublinho e anoto o mais significativo.
O evangelista situa, no tempo e espaço, a vocação e pregação de João Baptista, precedendo a missão de Jesus. Mas, para acolher Aquele que vem, é preciso preparar o seu caminho.

Continuar a ler

  • Visualizações: 335

«Não está aqui. Foi ressuscitado!» - Dissertação de Ricardo Martins

dissertacao RicardoMartinsNo passado dia 26 de novembro, o seminarista Ricardo Martins defendeu a sua dissertação no âmbito do Mestrado Integrado em Teologia, sob o tema “Não está aqui. Foi ressuscitado!”, acerca dos relatos do túmulo aberto e vazio nos Evangelhos Sinóticos. Sob a orientação do P. Doutor João Alberto Correia, este trabalho foi elaborado tendo como base o relato dos Evangelhos Sinóticos acerca do túmulo vazio e consequente Ressurreição de Jesus. No momento da defesa, o Ricardo começou por apresentar a metodologia usada no trabalho, bem como as conclusões alcançadas com o mesmo. De seguida, decorreu a intervenção do júri, o qual teceu as suas considerações acerca do trabalho apresentado. Num momento final, e após a deliberação do júri, foi anunciada a avaliação de 18 valores atribuída a esta defesa de dissertação.

  • Visualizações: 101

I Domingo do Advento (C)

CORAÇÃO VIGILANTE1 ADVENTO C

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente Lc 21,25-28.34-36.
- Sublinho e anoto o mais significativo.

Prevendo tempos difíceis, Jesus encoraja seus discípulos: “Erguei-vos e levantai a cabeça”. E, para que não sejam surpreendidos, alerta-os: “Vigiai e orai em todo o tempo.”

Continuar a ler

  • Visualizações: 385

XXXIV Domingo Comum - CRISTO REI (B)

UM REI DIFERENTECRISTO REI B

LECTIO-DIVINA - Um roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente Jo 18, 33b-37.
- Sublinho e anoto o mais significativo.

Antes de ser condenado à morte na cruz, Jesus é interrogado por Pilatos sobre a sua identidade. Declara-se rei, não deste mundo, mas para manifestar Deus, a verdade total.

Continuar a ler

  • Visualizações: 397

XXXIII Domingo Comum (B)

NOVA AURORA33 COMUM B

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente Mc 13,24-32.
- Sublinho e anoto o mais significativo.

Jesus anuncia o fim dos tempos que coincidirá com o seu regresso. Suas palavras, que “não passarão”, apelam a ler os sinais de esperança, como o da figueira que vaticina o verão.

Continuar a ler

  • Visualizações: 463

Poder. Uma força sedutora

Poder Anselm GrunPartindo de dados bíblicos, antropológicos e históricos, Anselm Grün aprofunda o poder de Deus e o poder do homem, analisando a face obscura do poder que deriva em abuso e também o que ele tem de bom e que precisa ser exercido para o cumprimento da justiça.

A vivência justa do poder encontra-se na pessoa de Jesus que, na Igreja, deixou a diaconia ou serviço em contraposição à potestas imperial. o autor ajuda-nos a analisar as diversas formas de poder ─ matéria, origem, maioria, conhecimento, sentimentos, função, contactos, convicção ─  e os locais em que as mesmas se exercem com proveito ou como malefício ─ casa, mercado, castelo, templo. Através destas formas e naqueles locais, exista um poder bom que convence os outros de uma crença que é saudável, mas há também um exercício do poder que assusta e manipula as pessoas.

Continuar a ler

  • Visualizações: 92