Primavera 92 - MARIA ORSOLA BUSSONE

MARIA ORSOLA BUSSONE nasceu a 2 de outubro de 1954.MARIA ORSOLA BUSSONE 2
Passou sua infância na sua terra natal, na província de Turim. Foi a primeira filha dos seus pais, Umberto, gerente de oficina e Luigina, dona de casa e habilidosa costureira. Posteriormente, viria seu irmão Giorgio, três anos depois, e com quem manterá um vínculo forte. Sua primeira escola é no lar familiar: aí vive uma serena vida cristã, sustentada na prática religiosa e onde se cultivam os valores do amor, da honestidade, sinceridade e trabalho.
Ainda criança. Frequentou o último ano da creche de Monasterolo, administrada por religiosas. A antiga diretora dirá mais tarde que “Ela era muito boa. Nos vinte anos que tenho jardim-de-infância não encontrei outra como ela.”

Continuar a ler

  • Visualizações: 380

Primavera 91 - PETER ToROT

Aquando de uma visita à Papua-Nova Guiné, a 17 de Janeiro de 1995, João Paulo II beatificou um jovem leigo originário do país: PETER ToROT.PETER TO ROT
Peter nasceu em 1912, filho do chefe da tribo local, sendo os seus pais dos primeiros a serem batizados, em 1898, graças aos missionários que iniciaram a evangelização da ilha, no final do século XIX. A sua família era um modelo de lar, aberto a todos, onde se rezava, onde se resolviam litígios da comunidade e onde os órfãos eram acolhidos. Nesse ambiente, o Peter revelou-se um jovem pacífico, estudioso, generoso e modesto. Piedoso, não faltava à eucaristia quando o missionário estava de passagem. Com 18 anos ingressou na escola de catequistas fundada pelos missionários, a fim de formar leigos para a ação evangelizadora e auxiliar os poucos sacerdotes existentes. Eram os catequistas que instruíam os fiéis na fé, celebravam batismos e casamentos.

Continuar a ler

  • Visualizações: 371

Primavera 90 - GÉRARD RAYMOND

GÉRARD RAYMOND nasceu a 20 de agosto de 1912, na cidade de Quebeque, no Canada.GERARD RAYMOND 2
É o quarto entre oito irmãos, educados na fé dos pais, receberam deles o amor a Deus e a devoção à eucaristia.
Aos 12 anos ingressou no Seminário Menor. Cresceu em sabedoria, mas sobretudo em graça. A profundidade e exemplaridade da sua vida foram reveladas através dos oito cadernos que constituem o seu diário. Escreveu-o entre os 15 e os 19 anos, idade com que morreu.
Gérard foi um adolescente audacioso e criativo, com alegria transbordante e sorriso fácil. Tinha como lema “fazer agora o que Cristo faria no meu lugar”. Desejou ser padre. Consequentemente, seu sonho era tornar-se santo, não apenas evitando o mal e o pecado, mas essencialmente buscando formas de amar mais e melhor, sem restrições. Assim, seis meses antes da sua morte, escreveu: “Estou pronto a dar todo o meu sangue, no pleno vigor da minha juventude.”

Continuar a ler

  • Visualizações: 366

XIV Domingo Comum (A)

TERMAS… PARA A ALMA14 COMUM AA

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente Mt 11,25-30.
- Sublinho e anoto o mais significativo.

Perante a rejeição, Jesus ora ao Pai. Não se lamenta. Antes, rejubila e louva pelos “pequeninos” (humildes e frágeis da sociedade), abertos a entender e acolher sua mensagem.

Continuar a ler

  • Visualizações: 682

XIII Domingo Comum (A)

QUEM PERDE, GANHA13 COMUM AA

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente Mt 10,37-42.
- Sublinho e anoto o mais significativo.

Jesus revela exigência no seu seguimento. Este implica convicção para tomar decisões difíceis e assumir uma adesão inequívoca. Em consequência, o verdadeiro discípulo deixa transparecer a presença de Deus na vida, até nos pequenos gestos.

Continuar a ler

  • Visualizações: 794

XII Domingo Comum (A)

DO TREMOR AO AMOR12 COMUM A

LECTIO DIVINA – Um Roteiro

0. Preparo-me
Procuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.
Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.

1. O que diz o texto
- Leio pausadamente Mt 10,26-33.
- Sublinho e anoto o mais significativo.

Jesus convida seus discípulos a não temerem adversidades nem perseguições. O Reino deve ser anunciado. Fiados na providência divina, Ele próprio tomará a sua defesa.

Continuar a ler

  • Visualizações: 930

Primaveras de Deus ─ A hora de florecer

Nos dias 4 e 18 de maio de 2023, a comunidade do Seminário Interdiocesano de São José realizou dois momentos de partilha espiritual promovidos no âmbido do acompanhamento do diretor espiritual do Seminário, o Pe. Serafim Reis. Em aproximadamente 10 minutos, cada seminarista pôde partilhar o que investigou, ao longo do ano formativo, de duas "Primaveras de Deus" (jovens do século XX que deram testemunho de fidelidade à mensagem de Jesus Cristo). No final de cada encontro, houve um diálogo sobre que testemunhos mais marcaram os seminaristas. Esta foi uma dinâmica realçada ao longo do ano, lembrando-se o aniversário destas figuras, tendo em vista a dinâmica dos Santos Patronos da Jornadas Mundiais da Juventude.

  • Visualizações: 440